​Apostila da Haia: o que é tradução juramentada?

Publicado em: 19/02/2019
Alguns países membros da Convenção de Haia, como o Brasil, ainda exigem a versão do documento a ser apostilado traduzida; entenda como funciona essa etapa

Desde 14 de agosto de 2016, data em que o Brasil assinou a Convenção da Apostila da Haia, a legalização de documentos brasileiros para uso no exterior e de documentos estrangeiros para uso no Brasil foi simplificada, pois passou a ser realizado em Cartório de Notas, em até 24 horas.

Antes disso, para que o documento fosse válido no país de destino, era necessário passar por um procedimento de várias etapas, como autenticar o documento no Ministério das Relações Exteriores (MRE) e depois reconhecê-lo em uma embaixada ou consulado do país estrangeiro. Esse processo podia levar meses.

Mas, apesar de ter se tornado mais simples, o apostilamento ainda gera algumas dúvidas. Entre elas, quando é preciso a versão do documento com tradução juramentada. O Brasil é um dos países em que a tradução, realizada por profissional habilitado, é exigida para os documentos a serem apostilados. Nesse caso, o documento estrangeiro precisa ser traduzido para o português.

Além disso, há outros países que fazem parte do tratado que exigem a tradução juramentada. Portanto, o ideal é que a pessoa interessada consulte o consulado ou embaixada do país de destino antes de encaminhar o documento para ser apostilado em cartório.

Como deve ser feita a tradução juramentada
A tradução juramentada pode ser feita, preferencialmente, porém também são aceitas as traduções realizadas a partir do documento original, cópia autenticada, fax ou documento eletrônico. Nela o profissional transcreve fielmente o documento, incluindo selos, carimbos, símbolos e qualquer outro elemento que possa contribuir para o entendimento geral e comprovar sua habilitação para realizar o serviço.

Apostilamento em cartório
Feita a tradução, quando for o caso, o interessado deve levar a via original e via traduzida do documento ao Cartório de Notas escolhido para que seja feito o apostilamento, que é concluído em até 24 horas e feito por meio da aplicação de um selo ou carimbo que garante a autenticidade do documento, tornando-o válido em outro país.

Para saber mais sobre tradução juramentada, apostilamento de documentos ou outro serviço, consulte um tabelião de sua confiança!

TAGS: Apostila da haia, Apostilamento, Apostilamento de documentos, Documento, Legalização, Exterior, Estrangeiro, Documentos estrangeiros, Convenção da haia, Apostilar, Cartório de notas

« Voltar